30 dias e 50 mil palavras depois, sobrevivi. Houve dias complicados, em que não havia tempo ou cabeça para escrever, mas consegui fazer o número mínimo de palavras e a história ainda não está completa. E acabou por ser uma experiência muito interessante, que em determinados momentos foi mesmo entusiasmante. E que me ensinou um pouco sobre o trabalho árduo da escrita.

Advertisements
This entry was posted in Livros. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s