Porque às vezes me dá para estas patetices…

Vi isto no come só as batatas e achei piada fazer. O anonimato tem destas vantagens, posso dizer aqui coisas que de outra forma não diria.
(Isto ficou com um tamanho de letra que até me faz doer a vista, mas como eu percebo tanto de informática como de física quântica não sei fazer melhor)
 

Tenho menos de 1.65m. (1,63, para minha grande tristeza)
Tenho uma cicatriz. (várias)
Gostava que o meu cabelo tivesse uma cor diferente.
Já pintei o cabelo.
Tenho uma tatuagem. (Não tenho, mas gostava de ter)
Eu nunca usei suspensórios. (Em criança usei. Mães dos anos 90 e o seu gosto muito discutível para vestir os filhos)
Um estranho já me disse que era bonito/a.
Tenho mais de 2 piercings.
Já jurei algo aos meus pais. (Ui, tantas vezes…)
Já fugi de casa.
Quero ter filhos no futuro. (Gostava de ter 3, mas é uma ideia que ainda estou a digerir)
Tenho um emprego. (a modos que…)
Já adormeci numa aula. (Só numa?…)
Faço quase sempre os trabalhos de casa. (Quando os tinha fazia sempre)
Já estive no quadro de honra da escola. (No 5º e no 6º ano. Depois foi o descalabro)
Já disse “LOL” durante uma conversa. (Ainda hoje…)
Ainda choro a ver filmes da Disney. (Se os visse provavelmente chorava)
Já rasguei as calças em público.
Tenho uma doença de nascença.
Já tive que levar pontos. (Na testa, mesmo à Harry Potter)
Já parti um osso.
Já fiz uma cirurgia. (Pequena, mas foi uma cirurgia)
Já andei de avião.
Já fui a Itália.
Já fui à América.
Já fui ao México.
Já fui ao Japão.
Já fui à Suíça.
Já fui a África. (Já deu para perceber que sou uma tristeza no que toca a idas ao estrangeiro)
Já me perdi na minha própria cidade. (Pior, já me perdi na minha própria vila…)
Já fui à rua de pijama.
Dei um pontapé a um rapaz onde dói mesmo.
Estive num casino.
Gostava de jogar verdade ou consequência.
Já tive um acidente de carro. (Até podia dizer que sim, mas foi uma coisa tão pequena que acho que não conta. E a culpa não foi minha!)
Já entrei numa peça de teatro. (Podia ter entrado em duas, se não fosse cá por coisas…)
Já me sentei num telhado à noite.
Costumo pregar partidas às pessoas. (Principalmente à minha mãe)
Já andei de táxi.
Já comi sushi. (E adoro)
Já tive um encontro às cegas. (Mais ou menos às cegas, e acabei irremediavelmente apaixonada)
Sinto falta de alguém neste momento. (Tanta)
Já beijei uma pessoa com mais 8 anos do que eu.
Já me divorciei.
Já gostei de alguém que não sentia o mesmo por mim. 
Já disse a alguém que o/a amava, quando não era verdade.
Já disse a alguém que o/a odiava quando na verdade o/a amava.
Já tive uma paixão por alguém do mesmo sexo. (Hahahaha)
Já me apaixonei por um/a professor/a. (Paixoneta, vá)
Já me beijaram à chuva. (É capaz)
Já beijei um estranho.
Fiz algo que prometi não fazer.
Já saí sem os meus pais saberem. (Pior, passei a noite fora sem eles saberem)
Já menti aos meus pais acerca do sítio onde estava. (Tantas vezes…)
Tenho um segredo que ninguém pode saber. (Um só, que nunca contei a ninguém)
Já fiz batota.
Copiei num teste.
Passei um semáforo vermelho. (Poucas vezes, que sou cuidadosa a conduzir)
Já fui suspenso na escola.
Já testemunhei um crime.
Estive preso/a.
Já consumi álcool.
Bebo regularmente.
Já desmaiei de tanto beber.
Estive bêbado/a pelo menos uma vez nos últimos 6 meses. (Alegre sim, bêbada não)
Já fumei ganza.
Já tomei drogas fortes.
Consigo engolir 5 comprimidos de uma vez sem problemas. (Não consigo engolir comprimidos de todo)
Já me diagnosticaram uma depressão.
Tenho problemas de ansiedade diagnosticados.
Grito com os outros quando estou enervado. (E não só…)
Sofro/sofri de anorexia ou bulimia.
Já me aleijei de propósito.
Já acordei a chorar.
Tenho medo de morrer. (É o meu maior medo)
Odeio funerais. (Devia odiar, porque já fui a demasiados)
Já vi alguém morrer.
Alguém que me era querido suicidou-se.
Já pensei em suicidar-me.
Tenho pelo menos 5 CD’s.
Tenho um iPod ou um mp3. 
Sou obcecada por animes.
Já comprei alguma coisa pela Net.
Já roubei um tabuleiro de um restaurante de fast-food. (Deve ser preciso uma lata do caraças!)
Eu vejo o noticiário. (Todos os dias)
Não mato insectos. (Houve uma altura em que não matava, depois desisti)
Canto no duche. (Raramente. Mas canto a conduzir)
Já fingi estar doente para não ir à escola. (Nunca, até porque adorava ir à escola)
Acedo à net pelo meu telemóvel.
Ando no ginásio.
Sou fanático/a por desporto.
Cozinho bem.
Já fui de pijama para a escola.
Sou capaz de disparar uma arma.
Amo amar. (Já gostei mais)
Eu ja exkrevi axim. (Vou ali auto-flagelar-me e já volto)
Eu rio-me das minhas próprias piadas. (Constantemente. Nem percebo porque é que os outros não se riem, eu sou hilariante)
Todas as semanas como fast-food.
Acredito em espíritos.
Já fui para um teste sem estudar e tive boa nota. (Várias vezes, modéstia à parte)
Sou muito sensível. (Mas faço por não parecer)
Adoro chocolate branco. (Não gosto, é enjoativo. Gosto de chocolate negro)
Tenho o hábito de roer as unhas. (Já tive mais, mas às vezes ainda me descontrolo)
Associo músicas a pessoas/momentos.
Advertisements
This entry was posted in Tretas, Uncategorized. Bookmark the permalink.

4 Responses to Porque às vezes me dá para estas patetices…

  1. Nikkita says:

    Ahah! Foi muito giro ler. 🙂 E fico a saber um bocadinho de ti, é engraçado! 😀

  2. segredos says:

    Se me der a coragem eu ainda faço este desafio xD

    E ri-me tanto em algumas coisas xD

    Funny one xD

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s