This is my kingdom come

Eu não tenho de ser uma pessoa que não quero. Não tenho de ser alguém de quem não tenho orgulho. Nada me obriga a ser agora alguém que me faça, um dia mais tarde, olhar para trás e sentir vergonha ou tristeza. Tenho o direito de estar magoada e de sentir raiva, mas não tenho de deixar que essa raiva me consuma e me vença. Isto pode parecer muito óbvio, mas não é. O ser humano é impulsivo e destrutivo, e demora muito menos tempo a assimilar um sentimento negativo, do que a assimilar uma ideia positiva, a erguer-se e olhar em frente. Por isso vai demorar, e eu tenho direito a que demore, semanas, meses, anos, quanto for. Tenho direito a fazer o luto de um amor. Mas isso não me impede de ser a pessoa que quero ser. E com o tempo, vou sê-la.

Advertisements
This entry was posted in Tretas. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s